O espetáculo do Pantanal Mato-Grossense

Destino O espetáculo do Pantanal Mato-Grossense - Rodrigo Lima - Curitiba / PR

Situado no sul de Mato Grosso e no noroeste de Mato Grosso do Sul, passando pelo norte do Paraguai e leste da Bolívia, o Pantanal Mato-Grossense é ideal para o ecoturismo e para qualquer amante da natureza.


O bioma reúne centenas de espécies de plantas e animais silvestres, muitos destes em perigo de extinção. São mais de 180 rios em toda a sua extensão e uma variação de entre a paisagem amazônica, o cerrado e o chaco boliviano, que sofrem influência direta de sua localização geográfica e das chuvas.


O pantanal, de mais de 200 mil quilômetros quadrados, foi considerado como Patrimônio Natural Mundial e Reserva da Biosfera, pela UNESCO, em 2001. Essa imensa variedade de vida é um dos mais belos espetáculos da natureza do nosso país e do mundo.


Dentro do pantanal, está localizado o Parque Nacional do Pantanal Mato-Grossense, administrado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

 

Ao sudoeste do Mato Grosso, só é possível conhecer o Parque Nacional por completo com prévia autorização, em passeios de lanchas ou com os barcos-hotel.


Por toda a região do pantanal, divida entre três países e dois estados brasileiros, o turista encontra atrações como passeios a cavalo, de barco, pesca, trilhas e safari fotográfico.


Por causa da alternância entre períodos secos e úmidos, a paisagem pantaneira nunca é a mesma. A melhor época de visitação é no mês de outubro, quando por estar no período da seca, se torna mais fácil a observação da incrível flora e uma das maiores concentrações de fauna selvagem do planeta.

 

Fonte: mt.gov.br / ecoviagem.uol.com.br

 

Descreva as informações e características do lugar (clima, cultura, gastronomia, atrativos), assim como dicas de segurança e a sua experiência de viagem etc.
Declaro que li e estou de acordo com os termos
This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Conheça outros destinos

Alagoas - Lar da Costa dos Corais - Rodrigo Lima - Curitiba / PR Alagoas - Lar da Costa dos Corais

Principais Destinos Maceió - Conhecida como o Paraíso das Águas, Maceió abriga praias e piscinas naturais de águas cristalinas e mornas. Além de praia e sol, a cidade oferece aos seus apreciadores as lagoas, o artesanato do Pontal da Barra, museus, folguedos, teatros e igrejas. Praias Surf, stand up paddle, windsurf e uma gastronomia incomparável. É possível vivenciar todas essas experiências em um cenário único ao conhecer Maceió de ponta a ponta. De Pajuçara a Ipioca, a cidade prova o motivo de receber o título de orla mais bonita do Brasil! Costa dos Corais - A região Costa dos Corais, no Litoral Norte de Alagoas, carrega esse nome por possuir a segunda maior barreira de corais do mundo. As belas praias de águas mornas e piscinas naturais, além de resorts e belas pousadas de charme, formam o cenário. O turismo sustentável e a gastronomia de alto padrão, com pratos feitos a base de frutos do mar, são outros diferenciais que atraem os visitantes. Tranquilidade e requinte encontram o destino perfeito na Rota Ecológica, composta pelos municípios do Passo de Camaragibe, São Miguel dos Milagres e Porto de Pedras. São aproximadamente 55km cercados de vastos coqueirais e um imenso mar azul. Quilombos - A região Quilombola de Alagoas, na Zona da Mata, atrai, todos os anos, os visitantes interessados em conhecer o berço da resistência negra e o passado de luta e tradição do povo alagoano. No passeio à Serra da Barriga, em União dos Palmares, a identidade do povo quilombola permanece viva. No dia 20 de novembro, quando se comemora a Consciência Negra, o lugar recebe uma programação especial, com subida à Serra, tombada pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) . Caminhos do São Francisco - O banho nas águas doces do Rio São Francisco é uma experiência única para quem visita Alagoas. Aqui, o cenário se torna ainda mais deslumbrante através dos contrastes do sertão! Navegar por meio de embarcações no Velho Chico é vivenciar a dimensão da natureza. Durante o passeio é possível ver os paredões de arenitos, grutas e até pinturas rupestres, onde a aridez da terra contrasta com o leito do rio formando um belo cenário. O mergulho entre as formações rochosas em um dos melhores locais do Brasil para o banho de água doce é uma ótima pedida! Maragogi - Em Maragogi fica o maior conjunto de piscinas naturais de Alagoas, chamado de Galés. Quando a maré baixa, catamarãs levam turistas até o local. Suas praias têm mar tranquilo, areias alvas e densos coqueirais, destacando-se as de Barra Grande, Burgalhau, Peroba e São Bento. O passeio às piscinas naturais é imperdível, onde, a 6 quilômetros da costa, pode-se observar a Área de Proteção Ambiental onde estão os arrecifes de corais.

Uruguai - O vizinho charmoso - Rodrigo Lima - Curitiba / PR Uruguai - O vizinho charmoso

Fazendo fronteira com a Argentina e com o Brasil, no estado do Rio Grande do Sul, o Uruguai é um de nossos vizinhos mais charmosos. Com pouco mais de 3,5 milhões de habitantes, o Uruguai é o segundo menor país da América do Sul, mas um dos mais desenvolvidos economicamente e pioneiro em medidas relacionadas aos direitos civis e democratização da sociedade. Seus principais centros possuem estilos e destaques diferentes, oferecendo diversidade ao viajante, com praias, cidades históricas, ecoturismo, luxo e aventura. Os uruguaios costumam ser receptivos e acolhedores com estrangeiros e o alto nível de segurança no país é um dos fatores que atrai milhares de turistas ao país. Montevidéu Capital e maior cidade do país, Montevidéu é sede-administrativa do Mercosul, mas sendo um grande centro latino com charme europeu, clima de interior raro em outras grandes cidades hispânicas da América do Sul, além de um Centro Histórico com casarões coloniais, praças e parques. Às margens do rio da Prata, possui um serviço fluvial permanente que atravessa o Rio da Prata interligando com a capital argentina, Buenos Aires, facilitando para o turista aproveitar o melhor de cada em uma mesma viagem. O passado histórico e a qualidade de vida são seus grandes atributos, onde o antigo e o moderno seguem de mãos dadas. Punta del Este Já considerado o balneário mais luxuoso da América do Sul pela revista Forbes, a pequena cidade costuma receber mais de um milhão de turistas durante o verão. Com desde praias de águas calmas para crianças até as mais agitadas, uma variedade de lojas de grifes e galerias para os turistas, além de uma infraestrutura com pousadas charmosas, hotéis com serviço e acomodações impecáveis, e restaurantes com o melhor da gastronomia uruguaia. Colônia do Sacramento A duas horas de Montevidéu e a uma hora de barco desde Buenos Aires, passear por Colônia do Sacramento é como fazer uma viagem no tempo, já que o destino colonizado por portugueses foi preservado para manter seu aspecto original. A riqueza histórica desta cidade é seu principal atrativo para os turistas do mundo todo que visitam o Uruguai.   Fontes: viveruruguay.com / wikipedia.org

Paraíba - O lar do Extremo Oriental - Rodrigo Lima - Curitiba / PR Paraíba - O lar do Extremo Oriental

Ah, Paraíba, meu amor, eu estava da saída, mas, eu vou ficar! Essa frase, retirada de uma das musicas famosas que homenageiam o estado, representam bastante o sentimento do viajante que experimenta uma visita às belezas paraibanas pela 1ª vez. São tantas as belezas naturais espalhadas pelo estado que é inevitável a sensação de que estamos perdendo algo na saída. João Pessoa - A cidade nas Américas onde o sol nasce primeiro, possui um charme e uma simplicidade que é só sua. João Pessoa, que já foi eleita a 2ª capital mais verde do mundo, permanece como a capital mais verde do Brasil, possuindo diversas áreas de preservação de Mata Atlântica, sendo as mais conhecidas a Mata do Buraquinho, com 515 hectares, e o Parque Arruda Câmara, ou popularmente chamado de ‘Bica’, um misto de zoológico e reserva florestal, com exemplares da fauna e flora brasileiras, assim como animais de outros continentes. Fundada em 1585, João Pessoa é a 3ª capital de estado mais antiga do Brasil, e possui um grande acervo de edificações históricas no centro da cidade, onde está localizado o Parque Solón de Lucena, um dos seus principais cartões postais. Litorânea, suas praias urbanas diferem das outras capitais do Nordeste, já que é proibida a construção de edificações com mais de três andares (até 10m). Os destaques são as praias do Cabo Branco e do Bessa. Praia do Jacaré - O famoso espetáculo do pôr do sol na Praia do Jacaré, responsável por reunir centenas de turistas todos os dias em Cabedelo, cidade vizinha ao norte de João Pessoa. Um dos maiores charmes do seu pôr do sol é quando o músico Jurandy do Sax executa o Bolero de Ravel, composição do francês Maurice Ravel (1875-1937), de dentro do rio, enquanto o sol vai se escondendo atrás da mata ciliar. Às 17 horas, ele surge à bordo de uma canoa, com o cabelo amarrado em um rabo de cavalo e vestido de branco da cabeças aos pés. Parecendo entrar na dança, gaivotas cortam o céu, e o rio vai se tingindo de dourado. A cena resume um pouco a beleza da Paraíba. Tambaba – A 25 Km de João Pessoa, localizada à Barra de Garaú, no município do Conde, em Tambaba, foi instalada o primeiro campo de naturismo oficial do Nordeste, o segundo do Brasil. Com uma extensão de 1,7 metros de pura beleza selvagem, estando protegida graças as suas falésias altas e íngremes, ora cobertas por uma mata densa, ora desnudas, enaltecendo o colorido dos terrenos de cor avermelhada ou branca. O acesso a esta praia é facilitado pela Rodovia Estadual PB-008, integrada à rodovia Conde-Jacumã. Vale dos Dinossauros em Sousa - Distante 427 km de João Pessoa, nos arredores do município de Sousa, está localizado o Monumento Natural ‘Vale dos Dinossauros’que tem atraído pesquisadores e turistas brasileiros e do exterior pela variada quantidade de pegadas presentes em uma área de 40 hectares, dentro de uma Unidade de Conservação.Estudos já realizados por pesquisadores no local confirmam os registros de pelo menos quatro diferentes espécies. O Monumento do Vale mantém preservados os vestígios dos animais que habitavam a bacia sedimentar de Sousa, fato ocorrido há cerca de 165 milhões de anos.

phone
Rodrigo Lima - Curitiba / PR

Aqui você encontra todos os nossos contatos!