Rio Grande do Norte - Estado do Sol do Brasil

Destino Rio Grande do Norte - Estado do Sol do Brasil - Clube Turismo Araraquara / SP

O Rio Grande do Norte é um estado deslumbrante, riquíssimo de história e belezas naturais. Natal, a capital potiguar, concentra vários atrativos turísticos, históricos e naturais, entre eles a Fortaleza dos Reis Magos (1598), construída em forma de estrela entre o rio Potengi e o mar. A capital potiguar é um destino turístico cheio de opções e surpresas. Lagoas, dunas, praias urbanas com agito noturno, comidas típicas nordestinas e artesanato para todos os gostos. O principal point é a Ponta Negra.

 

DICA DO VIAJANTE

“Estive em Natal em novembro de 2016, um lugar abençoado pela natureza, uma cidade agradável, de clima tropical e ar incrivelmente puro, emoldurados por dunas, falésias e piscinas naturais, mar de cores azuis tanto partindo para o litoral norte ou para o sul. No meio da cidade está preservado o Parque das Dunas segunda maior área de preservação urbana no país.

Tem passeios para todos os gostos seja de bugs, ônibus, carroças, quadriciclos, dromedários, táxis ou a pé, os passeios são as atividades mais atrativas para quem visita Natal. City Tour, Pipa, Barra do Cunhaú, Maracajaú com Mergulho, Litoral Norte com buggy, Baiá Formosa, Galinhos (é um pouco longe para chegar, mas é maravilhoso, vale muito a pena conhecer), Punaú (é uma ótima opção para quem tem crianças, ambiente agradável), Perobas, Genipabu, João Pessoa (um passeio que começa cedinho para conhecer João Pessoa, passando pelo pontos turísticos e finaliza o dia apreciando o belíssimo por do sol na Praia do Jacaré com Jurandy do Sax tocando Bolero de Ravel) e outros. Para compras tem Mercado de Artesanato de Ponta Negra, Shopping Mãos de Arte e outros.

Ponta Negra onde está parte dos restaurantes vale a pena experimentar as delícias típicas da culinária local, as estrelas são a carne-de-sol, macaxeira, o feijão verde, arroz de leite, peixes e os deliciosos camarões. Guardar espaço para as sobremesas, que traz doce de caju, cocadas, castanhas e o famoso bolo de rolo. Restaurante Farofa D'água, Camarões, Camarões Potiguar, Tábua de Carne e outros. Um destino maravilhoso que eu voltaria com certeza.” Bianca Castellani (Americana, São Paulo)

 

Principais destinos.

 

Parnamirim - Parnamirim, também na região metropolitana de Natal, é a terceira maior cidade potiguar e reúne atrativos importantes como a Base Aérea Militar, a Barreira do Inferno (Centro de Lançamento de Foguetes e de Cultura Espacial) e o maior cajueiro do mundo, registrado no Guinness Book. As praias de Pium, Cotovelo e Pirangi, com falésias e passeios de barco, além de mergulho nos parrachos, estão entre as mais populares. A cidade entrou para história pela sua importante participação na II Guerra Mundial, quando ficou conhecida como “Trampolim da Vitória”.

Morro do Careca - Principal cartão-postal de Natal, o Morro do Careca é uma duna no extremo da praia de Ponta Negra onde antigamente as pessoas praticavam, entre outras coisas, o esquibunda. Atualmente está proibido subir na duna, mas é interessante observá-la de longe, tanto de dia quanto à noite – quando recebe iluminação especial. O acesso deixou de existir, mas o lugar continua sendo o mais conhecido na cidade.

Baía Formosa - Baía Formosa é a cidade-praia localizada no Litoral Sul do RN que conta com a maior reserva de mata atlântica sobre dunas do Estado. A Mata Estrela é abrigo de centenas de espécies e pode ser descoberta através de trilhas com o acompanhamento de um guia especializado. Descortina-se nesse ambiente natural, uma atração especial: a Lagoa da Araraquara, cujas águas escuras lhe deram o apelido de Lagoa da Coca-Cola. Segundo a crença local, estas águas rejuvenescem e curam. Baía Formosa é composta ainda pelas praias de Sagi, do Farol, Perobas e Barreirinhas, predestinadas ao banho ou à contemplação, onde a natureza esculpiu formas exuberantes com paisagens selvagens e místicas. Rodeada por falésias e dunas, de onde se desfruta um belo visual, é uma excelente escolha para quem quer gozar de tranqüilidade e paisagem natural. Baía Formosa ainda divide com Pipa e Barra de Tabatinga a preferência dos surfistas vindos dos mais diversos cantos do Brasil e do mundo.

Praia de Pipa - Badalada e deslumbrante, a Praia de Pipa atrai viajantes de todo o mundo que desejam aventura. Com uma vida noturna agitada, diversos eventos durante todo o ano, e uma beleza natural de cair o queixo, Pipa é um destino para todas as idades. Seja um para fazer um passeio de barco na companhia de golfinhos, para surfar nas agitadas ondas da Praia do Amor, ou para se deliciar nos diversos restaurantes que oferecem opções que vão da culinária local até o melhor da gastronomia mundial, esta praia possui atrativos para viajante nenhum botar defeito.

São Miguel do Gostoso - Uma curiosa placa na entrada da cidade, onde se lê “aqui se faz gostoso” dá boas-vindas aos visitantes nesta pitoresca cidade-praia. São Miguel do Gostoso ganhou fama a partir do final dos anos 90 e é hoje um dos principais destinos dos amantes de wind e kitesurf que visitam o Estado. Gostoso está exatamente na “esquina do continente”, onde se diz que “o vento faz a curva” e por isso as praias, com pouca formação de onda e ventos fortes durante praticamente todo o ano, tornaram-se o paraíso dos amantes dos esportes náuticos. Suas praias: enseada Ponta do Santo Cristo, praia da Xepa e Maceió, são praticamente inabitadas o ano inteiro, fazendo de São Miguel do Gostoso o destino ideal também para quem procura tranquilidade e contato com a natureza. Um belo conjunto de falésias, conhecido como Tourinhos, também encanta os visitantes. São Miguel possui ainda uma rica tradição em cultura popular: bumba-meu-boi, pastoril e o artesanato são destaques da cidade. A culinária é outra atração: além dos frutos do mar, em Gostoso come-se o famoso arroz de polvo, que faz juz ao nome da cidade e é um dos pratos mais pedidos na Região.

Jenipabu - Aliadas aos bugues, as dunas são um dos principais atrativos que fazem de Genipabu um verdadeiro parque de diversões no meio do nada. Os passeios podem ser "com ou sem emoção", o que significa mais velocidade e manobras radicais pelas dunas móveis e fixas, vez por outra abençoadas com lagoas de águas doce.

Do topo do monte de areia é possível apreciar a Lagoa de Genipabu. O percurso termina na praia de Genipabu, tranquila e protegida por uma coluna de recifes. Mas aproveite para fazer uma parada no Bar 21, certamente um dos mais fotografados do mundo pela perfeição do cenário: ele fica aos pés da duna, ao lado de um coqueiro retorcido pelo vento.

Parrachos de Maracajaú e Perobas - A Praia de Maracajaú fica 60 Km ao norte de Natal e é famosa pela barreira de corais localmente conhecido como os parrachos, distante 7 Km da costa. Durante a maré baixa os parrachos se transformam em uma imensa piscina natural de água cristalina, com profundidade variando entre 1.0 e 3.0 m e com uma bela e rica fauna e flora marinha, é considerado um dos 10 melhores locais do Brasil para prática de mergulho livre (snorkeling). Além dos Parrachos, Maracajaú têm belíssimas dunas e lagoas, onde se pode passear de Quadriciclo, Stand up na lagoa A 70 km de Natal, os Parrachos de Perobas são mais rasinhos que os de Maracajaú (e com menos vida marinha), mas contam com águas ainda mais transparentes.

Chapada do Apodi - Uma formação geológica única que divide duas bacias hidrográficas (Jaguaribe e Apodi), e ainda guarda registros surpreendentes do homem pré-histórico. Esta chapada possui menor infra-estrutura turística, se comparada às chamadas dos Guimarães, Veadeiros ou Diamantina, mas, isto não significa que ela seja menos encantadora. Na área é possível visitar o Lajedo de Soledade, além de plantações fruticultura e as misteriosas pinturas rupestres.

Maior Cajueiro do Mundo - O lar do maior do mundo é no Rio Grande do Norte. São 8500 metros quadrados ocupados pelo cajueiro de Pirangi. De acordo com estimativas, a planta produz cerca de 80 mil cajus por safra, o que dá mais de 2 toneladas e meias da fruta. Se fosse comparar com o tamanho e a produção de um cajueiro convencional, seria o equivalente à 70 árvores destas ocupando um mesmo espaço.

Descreva as informações e características do lugar (clima, cultura, gastronomia, atrativos), assim como dicas de segurança e a sua experiência de viagem etc.
Declaro que li e estou de acordo com os termos
This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Conheça outros destinos

Buenos Aires - conheça a terra dos hermanos! - Clube Turismo Araraquara / SP Buenos Aires - conheça a terra dos hermanos!

Tom europeu na urbanização de uma cidade que não para: a capital argentina é a preferência dos brasileiros quando se trata de visitar o exterior. Não é difícil entender isso quando descobrimos que, além da proximidade com o Brasil, Buenos Aires oferece uma diversidade de coisas para curtir na cidade. Não faltam atrações para aproveitar a viagem, já que são inúmeros pontos turísticos que tornam a terra dos hermanos um destino completo com ótimas oportunidades de conhecer novas culturas. Confira abaixo algumas informações importantes sobre o destino e, em seguida, alguns pontos turísticos selecionados para você curtir sua viagem ao máximo! Moeda: Peso (você pode levar o real para fazer a troca de câmbio) Fuso horário: GMT-3 (Mesmo que Brasília) Idioma: Castellano Código do País: +54 Vacina: Não exige nenhuma comprovação de vacina. Documentação: Brasileiros podem viajar para Buenos Aires portando Passaporte ou RG.   O QUE FAZER EM BUENOS AIRES La Boca Caminito / La Bombonera / Museo de la Pasión Boquense / Calle Nocochea / Fundação Proa / Museu Quinquela Martín O bairro de La Boca passou por ampla revitalização nos últimos anos. Desde 2012 é o Distrito das Artes e abriga centros culturais, excelentes opções de restaurantes, bares e diversas atrações culturais. Se antes La Boca era uma parada rápida de 2h, saiba que para aqueles que gostam de artes, história e gastronomia, vale a pena dedicar mais tempo. Não deixe de visitar o Caminito, com suas fachadas coloridas e dançarinos de tango. No estágio La Bombonera, casa do tradicional Boca Juniors, fica o Museo de la Pasión Boquense que conta a história de mais de 100 anos do time que revelou Maradona. Como ir? Ônibus, táxi ou ônibus turístico.   Casa Rosada Na sede do governo, é possível fazer um tour guiado pela Casa Rosada, mas, para isso, é preciso acessar o site e preencher os dados necessários. Link do site: www.visitas.casarosada.gob.ar   Puerto Madero Pertinho da Casa Rosada e do Centro Cultural Kirchner, merece mais atenção do que uma parada para refeição. Com inúmeras opções de restaurantes (para todos os bolsos) e bares, Puerto Madero é um eterno hot spot. Não deixe de tirar uma foto na Puente de la Mujer e aproveite para atravessar o Rio de la Plata para conhecer melhor o bairro super moderno, com galerias de arte, lojas e restaurantes.   Os Parques de Buenos Aires Você já deve ter ouvido que se nunca foi à Europa, a capital argentina pode ser uma boa introdução. Alguns dos parques mais famosos de Buenos Aires são: - Jardim Botânico; - Jardim Japonês; - Passeo del Rodesal no Parque 3 Febrero e a famosa Flor Metálica; - Parque Costanera Sur do outro lado de Puerto Madero é a melhor opção para atividades físicas ao ar livre (dica para os esportistas de plantão).   Rotas dos Museus Buenos Aires é uma cidade muito bem servida de museus dos mais variados estilos. O Museu Malba e o Museu Nacional de Arte Moderna são ótimas opções para apreciar a arte latino-americana e contemporânea.   Outros pontos de Buenos Aires que merecem ser visitados - Teatro Cólon; - Livraria El Ateneo; - Passear pelo bairro Belgrano; - Feira de San Telmo; - Bairros Recoleta e Palermo, ótimos para caminhadas; - Arcos District Premium Outlet; - Calle Florida; - Obelisco. 

Santiago - um pedaço da Europa na América do Sul - Clube Turismo Araraquara / SP Santiago - um pedaço da Europa na América do Sul

A capital chilena é um verdadeiro patrimônio histórico da América do Sul. Cheia de charme com suas imensas belezas e ares ora europeus, ora latinos, Santiago conta com quase 7 milhões de habitantes e localiza-se ao lado da Cordilheira dos Andes, com localização privilegiada, próxima a diversas estações de ski e snowboard. Quando se trata de gastronomia, Santiago também não decepciona – o país é banhado pelo Oceano Pacífico com mais de 6 mil km de costa e, por isso, oferece os melhores peixes e frutos do mar em bons restaurantes espalhados pela cidade.   Confira abaixo algumas informações importantes sobre o destino e, em seguida, alguns pontos turísticos selecionados para você curtir sua viagem ao máximo! Moeda: Peso (você pode levar o real para fazer a troca de câmbio) Fuso horário: -2h do horário de Brasília até maio Idioma: Espanhol Código do País: +56 Vacina: Não exige nenhuma comprovação de vacina. Documentação: Brasileiros podem viajar para o Chile portando Passaporte ou RG.   O QUE FAZER EM SANTIAGO Palacio de La Moneda Localizado na Praça da Constituição, o gabinete da Presidência da República conta com a Troca da Guarda, uma tradicional cerimônia que pode ser assistida a cada dois dias. Esse evento reúne, além dos moradores da cidade, turistas do mundo inteiro. Paseo Bandera É uma rua colorida do Centro de Santiago em que apenas pedestres são permitidos. Lá, artistas plásticos aproveitam para esbanjarem suas criativas artes. A cada passo há um encanto vibrante e conceitual. Mercado Central Um local com alguns restaurantes, bares, lanchonetes, lojas de souvenires e artesanato. O mercado é praticamente uma parada obrigatória para quem está fazendo um city tour regular em Santiago. Cerro Santa Luzia Localizado no centro, possui uma ótima localização. Com algumas praças, o morro possui uma fonte e escadarias que levam o turista a um mirante no qual se vê a cidade de Santiago e a famosa Cordilheira dos Andes. Um lugar tranquilo e ótimo para ser visitado ao pôr do sol. A região é bacana e barata para se hospedar. Embora não seja famoso por hospedagem, como o bairro da Providência, sua localização é privilegiada. Parque Bicentenário Frequentado mais por seus moradores para piquenique, passeio de bicicleta, banho de sol, levar as crianças para brincar, é um parque afastado do centro. Um lugar agradável para relaxar e passar algumas horas. Nesse espaço acontecem eventos, shows, feitas e outras atividades gratuitas. Templo Bahá’i Um atrativo turístico que geralmente não se encontra dentro do roteiro de um City Tour básico. É um espaço sereno para contemplação da realidade espiritual. Aberto para todas as religiões. Seu funcionamento é de terça a domingo. La Chascona de Pablo Neruda Para os fãs do poeta Pablo Neruda, essa visita é indispensável. Antes de falecer, o escritor deixou 3 casas que viraram museus. Essa, então, é a mais importante. É uma oportunidade de conhecer mais sobre o autor e a sua amada Matilde Urrutia. Cerro San Cristóbal Para subir no Cerro é possível ir andando (longa distância), de teleférico ou de Funicular (mais comum), um trenzinho com trajeto de cerca de 10 minutos. Enquanto isso, seu cliente apreciará a natureza e ao chegar no topo, ele terá uma vista privilegiada da cidade e das Cordilheiras dos Andes. Assim como o Cerro Santa Lucia, é localizado no centro e sua acessibilidade é fácil. Um passeio que é possível fazer sem auxílio de guia. Sky Constanera: o mirante mais alto da América Latina! A 300 metros de altura, o Sky Costanera tem a vista mais impressionante em 360º de Santiago. Aberto todos os dias, inclusive feriados, paga-se 15 mil pesos para subir. O melhor horário para visitação é ao final do dia, onde a cidade fica belíssima ao pôr do sol. Lembrando que no verão anoitece por volta das 21:00hrs.

Chile - País de extremos - Clube Turismo Araraquara / SP Chile - País de extremos

Isolado do resto da América do Sul e do mundo, na altura do oeste dos Andes, o Chile possui o Oceano pacífico ao leste, o seco Deserto do Atacama ao norte e as águas impenetráveis da Patagônia ao sul. De seus extremos a sua capital cosmopolita, Santiago, em seu coração, as cidades do país irão de unir em 2018 para comemorar os 200 anos de independência do país. Neste extenso território de amplos horizontes, se deixe invadir pela sensação de estar vivo. Você pode se conectar com a natureza ou explorar terras primitivas. E, ao mesmo tempo, o povo chileno e toda sua cultura vão surpreender você com sua amabilidade e hospitalidade. Com o passar dos anos, o Chile tem se consolidado como um dos mais atraentes e valorizados destinos do nosso continente. Patagônia Uma área que se divide entre dois países, Chile e Argentina, a Patagônia é em grande parte desabitada, mas vários pontos em ambos os países possuem boa estrutura hoteleira e turística. A parte chilena da Patagônia compreende a região de Los Lagos, o sítio arqueológico de Monte Verde, as ilhas a sul das regiões de Aisén e Magallanes, incluindo o lado ocidental da Terra do Fogo e do Cabo Horn. Durante o verão, os dias são mais longos e o frio menos intenso, o que torna a melhor época para viajar para a extensa região. É de lá, inclusive, que partem as excursões para a Antártida e onde é possível apreciar as mais diferentes espécies de animais marinhos. Deserto de Atacama Destino para o ano inteiro, o Deserto do Atacama é o mais alto e mais seco do mundo, mas pode e merece ser visitado em qualquer época do ano. Para quem escolhe ir no inverno, será recompensado pelas paisagens de neve, já para quem decide ir no verão, a boa notícia é que os passeios, em sua maioria, acontecem nos períodos do dia de temperatura mais amena nesse oásis em plena sintonia com a natureza. No coração do deserto encontramos o pequeno vilarejo de San Pedro de Atacama, que recebe milhares de turistas todos os anos por sua paisagem singular, mas ainda assim preserva ruas de terra e arquitetura rústica. Sem aeroporto na cidade, os voos descem em Calama, que fica a pouco menos de 100 km. Santiago Porta de entrada para o país, Santiago do Chile tem atrações de tirar o fôlego, gastronomia e cultura ricas. Com sua arquitetura diversificada a começar pela Igreja de São Francisco, passando pelos modernos prédios espelhados que dividem cenário com os demais cheios de história para contar em uma cidade cosmopolita, Santiago é uma das capitais mais queridas da América do Sul. Se a época do ano escolhida para a viagem for o inverno, vale a pena conferir as estações de esqui que ficam perto da cidade, aproveitando o máximo da estadia. Ou, também ao redor da cidade, mas em outras épocas do ano, vale a pena partir de Santiago para conhecer as famosas vinícolas que ficam aos arredores e degustar os melhores vinhos da região.

phone
Clube Turismo Araraquara / SP

Aqui você encontra todos os nossos contatos!