A reinvenção das cidades

Destino A reinvenção das cidades - Clube Turismo Online

Já parou para pensar como as palavras “espaços coletivos” e “engajamento social” entraram no vocabulário diário das cidades?

 

Ao longo do desenvolvimento das cidades se observam ciclos de migração, ora da cidade para o campo, ora do campo para a cidade. Seja qual for o período, a história da civilização urbana reflete a situação da sociedade, da relação entre as pessoas e a cidade. E, há algum tempo, nota-se como essa relação vem mudando.

 

O foco agora é no plural

 

O centro do urbanismo contemporâneo está no encontro entre pessoas, na busca por atitudes e ações coletivas sustentáveis que beneficiem o máximo possível de pessoas. Os cenários das cidades estão repletos de transformações e propostas inovadoras para problemas antigos. Esta nova cidade que se denomina atualmente cidades criativas.

 

O que é cidade criativa?

 

A cidade que procura se desenvolver interligando três premissas: inovaçãoconexão e cultura. Ou seja, são cidades que estão em constante mudança e levam em consideração práticas e soluções inteligentes para os problemas cotidianos. Além disso, existe uma noção de cidade sistêmica, interligação entre as áreas, parcerias entre os setores públicos e privados que visem melhorias, valorização do espaço e noção de local e global.

 

Segundo Altair Assumpção, co-fundador da Sustainable Hub, se cada indivíduo se interessasse verdadeiramente pela sua região e se sentisse genuinamente pertencente a ela, ele zelaria pelo lugar e faria dele o melhor lugar para se viver. Por isso, a ideia de cidade criativa está diretamente relacionada às pessoas e como estas deixam de ser coadjuvantes nas mudanças da sua cidade e assumem o papel de protagonistas.

 

O que a cidade criativa estimula em você, morador?

 

Uma cidade criativa é aquela que estimula a criatividade de todos e que a partir deste estímulo, alcança a inteligência coletiva. Com isso, busca soluções para problemas cotidianos e aumenta a competitividade da cidade.

 

Entendendo os eixos principais: inovação, conexão e cultura

 

O eixo da inovação contempla a quebra de paradigmas nos processos e a criação de novos modelos de governança que englobem a sociedade civil, promovendo o engajamento social. A conexão pode ser entendida como a apropriação da cidade pelas pessoas, a partir da identificação dos mapas afetivos. Envolve a ligação entre os setores público e privado e a comunidade para tomada de decisões nos contextos local, regional e global. Também estão neste eixo os espaços, atividades e serviços ofertados pela cidade de forma democrática, sem distinção da classe social do público. E ainda, envolve a conexão entre os tempos da cidade, ou seja, entender a sua história, sua identidade, particularidades para planejar o presente e o futuro. O eixo da cultura refere-se ao comportamento das pessoas, a qualidade de vida, as diversidades e como se dá a sua contribuição para economia. Inovação, conexão e cultura sob a óptica da cidade criativa estão relacionados intrinsecamente.

No geral, cidades consideradas criativas possuem em comum o fato de terem condições como:

1)      Sustentabilidade;

2)      Mobilidade;

3)      Solidariedade;

4)      Identidade;

5)      Autoestima;

6)      Sentimento de pertencimento;

7)      Integração;

8)      Liderança;

9)      Governança com arranjo de corresponsabilidade entre os agentes e integração das várias regiões.

 

Alguns exemplos de cidades criativas

 

Barcelona, Medellín e Nova Iorque são alguns dos vários exemplos de cidades criativas que temos pelo mundo. E o que essas cidades têm de diferente em relação às outras? A primeira coisa é a forma como o turista é recebido e como o morador lida com a sua cidade – ou seja, estamos falando de hospitalidade.

A hospitalidade vai além do senso comum de receber bem o outro. Trata-se de um ato humano que pode aproximar pessoas e promover mudanças em uma empresa, família ou cidade. O que se vê, então, é que a hospitalidade no contexto urbano não pode ser pensada apenas no sentido de hóspede – anfitrião. A cidade engloba muito mais do que essa relação dual; é preciso pensar numa hospitalidade coletiva.

Na sua próxima viagem, lembre-se disso: “A cidade só é boa para o turista se for boa para os habitantes”.

 

Descreva as informações e características do lugar (clima, cultura, gastronomia, atrativos), assim como dicas de segurança e a sua experiência de viagem etc.
Declaro que li e estou de acordo com os termos
This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Conheça outros destinos

Sergipe - Histórico e incrível! - Clube Turismo Online Sergipe - Histórico e incrível!

Sergipe, assim como os demais estados do Nordeste, possui um grande acervo edificações históricas que recontam o período da colonização e transportam o viajante para uma época distante, proporcionando uma viagem no tempo de volta ao século XVI. As cidades de São Cristóvão, quarta mais antiga do Brasil, e Laranjeiras, possuem edificações muito preservadas e recontam um pouco da história do nosso país. Entre as belezas naturais, praias deslumbrantes e os Cânions do Xingó, um vale profundo, com 65 quilômetros de extensão, 170 metros de profundidade e largura que varia de 50 a 300 metros. Impressionante, não é? Principais destinos: Aracaju - Os visitantes que chegam a Aracaju se encantam com as belezas da capital sergipana. A cidade é famosa por sua qualidade de vida, sol, belas praias, praças arborizadas que se harmonizam com os manguezais, ruas e avenidas. Umas praias mais famosas é a de Atalaia. Sua orla de fácil acesso e o mar de com águas calmas e mornas proporcionam aos visitantes uma boa caminhada em suas extensas faixas de areia fina. Lá é possível também conhecer o Oceanário com parque infantil e degustar pratos típicos na Passarela do Caranguejo. Cânions do Xingó - Com a construção da barragem da Usina Hidroelétrica de Xingó no Rio São Francisco, deu-se origem a um cânion, formado por um vale profundo, com 65 quilômetros de extensão, 170 metros de profundidade e largura que varia de 50 a 300 metros. O visual é muito bonito, com rochas de granito avermelhado e cinza na encosta, além das diferentes espécies de aves e répteis na caatinga, vegetação do local. Também se pode contar com os passeios dos catamarãs Cotinguiba e Delmiro Gouveia e da Escuna Maria Bonita que oferecem variadas opções de passeios náuticos no lago de Xingó, que possui as mais belas paisagens do Cânion do Rio São Francisco, sendo o quinto maior do mundo e o maior em extensão navegável , possui águas verdes e transparentes.

Paraíba - O lar do Extremo Oriental - Clube Turismo Online Paraíba - O lar do Extremo Oriental

Ah, Paraíba, meu amor, eu estava da saída, mas, eu vou ficar! Essa frase, retirada de uma das musicas famosas que homenageiam o estado, representam bastante o sentimento do viajante que experimenta uma visita às belezas paraibanas pela 1ª vez. São tantas as belezas naturais espalhadas pelo estado que é inevitável a sensação de que estamos perdendo algo na saída. João Pessoa - A cidade nas Américas onde o sol nasce primeiro, possui um charme e uma simplicidade que é só sua. João Pessoa, que já foi eleita a 2ª capital mais verde do mundo, permanece como a capital mais verde do Brasil, possuindo diversas áreas de preservação de Mata Atlântica, sendo as mais conhecidas a Mata do Buraquinho, com 515 hectares, e o Parque Arruda Câmara, ou popularmente chamado de ‘Bica’, um misto de zoológico e reserva florestal, com exemplares da fauna e flora brasileiras, assim como animais de outros continentes. Fundada em 1585, João Pessoa é a 3ª capital de estado mais antiga do Brasil, e possui um grande acervo de edificações históricas no centro da cidade, onde está localizado o Parque Solón de Lucena, um dos seus principais cartões postais. Litorânea, suas praias urbanas diferem das outras capitais do Nordeste, já que é proibida a construção de edificações com mais de três andares (até 10m). Os destaques são as praias do Cabo Branco e do Bessa. Praia do Jacaré - O famoso espetáculo do pôr do sol na Praia do Jacaré, responsável por reunir centenas de turistas todos os dias em Cabedelo, cidade vizinha ao norte de João Pessoa. Um dos maiores charmes do seu pôr do sol é quando o músico Jurandy do Sax executa o Bolero de Ravel, composição do francês Maurice Ravel (1875-1937), de dentro do rio, enquanto o sol vai se escondendo atrás da mata ciliar. Às 17 horas, ele surge à bordo de uma canoa, com o cabelo amarrado em um rabo de cavalo e vestido de branco da cabeças aos pés. Parecendo entrar na dança, gaivotas cortam o céu, e o rio vai se tingindo de dourado. A cena resume um pouco a beleza da Paraíba. Tambaba – A 25 Km de João Pessoa, localizada à Barra de Garaú, no município do Conde, em Tambaba, foi instalada o primeiro campo de naturismo oficial do Nordeste, o segundo do Brasil. Com uma extensão de 1,7 metros de pura beleza selvagem, estando protegida graças as suas falésias altas e íngremes, ora cobertas por uma mata densa, ora desnudas, enaltecendo o colorido dos terrenos de cor avermelhada ou branca. O acesso a esta praia é facilitado pela Rodovia Estadual PB-008, integrada à rodovia Conde-Jacumã. Vale dos Dinossauros em Sousa - Distante 427 km de João Pessoa, nos arredores do município de Sousa, está localizado o Monumento Natural ‘Vale dos Dinossauros’que tem atraído pesquisadores e turistas brasileiros e do exterior pela variada quantidade de pegadas presentes em uma área de 40 hectares, dentro de uma Unidade de Conservação.Estudos já realizados por pesquisadores no local confirmam os registros de pelo menos quatro diferentes espécies. O Monumento do Vale mantém preservados os vestígios dos animais que habitavam a bacia sedimentar de Sousa, fato ocorrido há cerca de 165 milhões de anos.

Buenos Aires - conheça a terra dos hermanos! - Clube Turismo Online Buenos Aires - conheça a terra dos hermanos!

Tom europeu na urbanização de uma cidade que não para: a capital argentina é a preferência dos brasileiros quando se trata de visitar o exterior. Não é difícil entender isso quando descobrimos que, além da proximidade com o Brasil, Buenos Aires oferece uma diversidade de coisas para curtir na cidade. Não faltam atrações para aproveitar a viagem, já que são inúmeros pontos turísticos que tornam a terra dos hermanos um destino completo com ótimas oportunidades de conhecer novas culturas. Confira abaixo algumas informações importantes sobre o destino e, em seguida, alguns pontos turísticos selecionados para você curtir sua viagem ao máximo! Moeda: Peso (você pode levar o real para fazer a troca de câmbio) Fuso horário: GMT-3 (Mesmo que Brasília) Idioma: Castellano Código do País: +54 Vacina: Não exige nenhuma comprovação de vacina. Documentação: Brasileiros podem viajar para Buenos Aires portando Passaporte ou RG.   O QUE FAZER EM BUENOS AIRES La Boca Caminito / La Bombonera / Museo de la Pasión Boquense / Calle Nocochea / Fundação Proa / Museu Quinquela Martín O bairro de La Boca passou por ampla revitalização nos últimos anos. Desde 2012 é o Distrito das Artes e abriga centros culturais, excelentes opções de restaurantes, bares e diversas atrações culturais. Se antes La Boca era uma parada rápida de 2h, saiba que para aqueles que gostam de artes, história e gastronomia, vale a pena dedicar mais tempo. Não deixe de visitar o Caminito, com suas fachadas coloridas e dançarinos de tango. No estágio La Bombonera, casa do tradicional Boca Juniors, fica o Museo de la Pasión Boquense que conta a história de mais de 100 anos do time que revelou Maradona. Como ir? Ônibus, táxi ou ônibus turístico.   Casa Rosada Na sede do governo, é possível fazer um tour guiado pela Casa Rosada, mas, para isso, é preciso acessar o site e preencher os dados necessários. Link do site: www.visitas.casarosada.gob.ar   Puerto Madero Pertinho da Casa Rosada e do Centro Cultural Kirchner, merece mais atenção do que uma parada para refeição. Com inúmeras opções de restaurantes (para todos os bolsos) e bares, Puerto Madero é um eterno hot spot. Não deixe de tirar uma foto na Puente de la Mujer e aproveite para atravessar o Rio de la Plata para conhecer melhor o bairro super moderno, com galerias de arte, lojas e restaurantes.   Os Parques de Buenos Aires Você já deve ter ouvido que se nunca foi à Europa, a capital argentina pode ser uma boa introdução. Alguns dos parques mais famosos de Buenos Aires são: - Jardim Botânico; - Jardim Japonês; - Passeo del Rodesal no Parque 3 Febrero e a famosa Flor Metálica; - Parque Costanera Sur do outro lado de Puerto Madero é a melhor opção para atividades físicas ao ar livre (dica para os esportistas de plantão).   Rotas dos Museus Buenos Aires é uma cidade muito bem servida de museus dos mais variados estilos. O Museu Malba e o Museu Nacional de Arte Moderna são ótimas opções para apreciar a arte latino-americana e contemporânea.   Outros pontos de Buenos Aires que merecem ser visitados - Teatro Cólon; - Livraria El Ateneo; - Passear pelo bairro Belgrano; - Feira de San Telmo; - Bairros Recoleta e Palermo, ótimos para caminhadas; - Arcos District Premium Outlet; - Calle Florida; - Obelisco. 

phone
Clube Turismo Online

Aqui você encontra todos os nossos contatos!