Protocolo de segurança para viagens -

Ser um viajante responsável é uma necessidade para prática do turismo responsável e sustentável.

 

Em tempos de pandemia, essa necessidade torna-se ainda mais latente. Para segurança de todos (do viajante, da comunidade local e de todos que tornam o sonho de viagem algo real) é preciso o cumprimento e o respeito aos protocolos de segurança determinados pelos órgãos de saúde

 

Para você, viajante, compartilhamos nesse post orientações e recomendações para que possa realizar a sua viagem de modo seguro, preservando também a segurança de todos que estiverem à sua volta.

 

 

Vai precisar viajar? Saiba quais os protocolos para combate ao COVID-19.

 

Para combate ao Covid-19, além da rotina de higienização constante das mãos com o uso de água e sabão ou álcool em gel, o uso de máscara, distanciamento físico de pelo menos 1 metro de distância, cobrir a boca com o antebraço quando tossir ou espirrar (ou utilize um lenço descartável e, após tossir/espirrar, jogue-o no lixo e lave as mãos), estar atento (a) e respeitar os protocolos exigidos pelas cias aéreas, hotéis e pousadas é uma obrigação de todo viajante consciente e responsável. Confira alguns dos protocolos adotados:

 

 

Viagens de avião:

 

Uso de máscaras: o uso de máscaras é obrigatório. Sem ela o passageiro é impedido de embarcar. É preciso atenção quanto ao tipo de máscara. Algumas companhias aéreas têm restringido o uso de máscaras específicas que comprovadamente possuem maior eficiência na filtragem de vírus e bactérias. Consulte um dos nossos agentes de viagens para informar-se sobre o tipo de máscara aceita por cada cia aérea.

 

 

Renovação frequente do ar: o sistema de renovação do ar nas aeronaves é renovado a cada três minutos e possui filtros (as aeronaves possuem o filtro industrial Hepa, o mesmo utilizado em hospitais) que bloqueiam até 99,9% dos vírus e bactérias. A rotina desse sistema não é uma novidade da indústria aeronáutica, essa prática já existia antes mesmo da pandemia do Covid-19.

 

 

Serviço de bordo reduzido: comer no avião é um dos fatores que mais aumentam as chances de proliferação de vírus e bactérias e, por isso, o serviço de bordo foi alterado pelas linhas aéreas. Um exemplo é a GOL, que está servindo água apenas aos viajantes que solicitarem e entregando os snacks somente no final do voo;

 

 

Higiene redobrada: cabines, corredores e banheiros são higienizados com maior frequência;

 

Controle sanitário antes do embarque: o tempo de antecedência para chegada no aeroporto é maior agora – a recomendação é chegar duas horas antes para voos nacionais e quatro horas para voos internacionais;

 

 

Novas regras de embarque e desembarque: cada companhia aérea tem suas orientações para evitar aglomerações enquanto passageiros embarcam e desembarcam;

 

 

 

Viagens de carro:

 

 

Muitos viajantes têm optado em realizar viagens para destinos próximos de sua cidade de origem, sendo possível e viável o uso de carros particulares ou alugados para esse deslocamento. Aqui listamos algumas orientações para o aumento de sua segurança:

 

- Tenha sempre álcool em gel dentro do carro;

- Leve lanches para diminuir o número de paradas durante o seu trajeto;

- Caso necessite parar na estrada para algum consumo, opte em pagar despesas com cartão de crédito, sempre que possível.

 

Além disso, prepare-se para possíveis barreiras sanitárias, dependendo do lugar por onde você pretende transitar. Em muitos estados brasileiros, especialmente nas regiões de povoados, como na Chapada dos Veadeiros (GO), há controle sanitário nas entradas e saídas das rodovias. A temperatura corporal dos passageiros é medida e há orientações específicas dependendo de cada caso.

 

 

Hospedagem:

 

As hospedagens também estão se adaptando a esse novo desafio do turismo, tomando medidas de segurança e higienização para garantir a tranquilidade e a segurança dos hóspedes. Algumas das dicas mais importantes são:

 

 

1-    O tamanho do hotel no qual deseja se hospedar, não necessariamente é algo relevante para sua segurança. O importante é que a taxa de ocupação do estabelecimento seja reduzida de modo a permitir o distanciamento, assim como que o estabelecimento possua medidas para segurança de seus funcionários e hóspedes. Hotéis de grande porte possuem a vantagem de terem maiores espaços abertos. Já os hotéis menores possuem a vantagem de terem um menor número de pessoas circulando no local;

 

2-    Certifique-se com seu agente de viagens Clube Turismo as medidas de segurança adotadas pelo meio de hospedagem e respeite essas medidas;

 

3-    Redobre os cuidados ao utilizar o restaurante. De modo geral os restaurantes de meios de hospedagem disponibilizam álcool em gel e luvas que deverão ser utilizados para que possa se servir. Como há a necessidade de ficar sem máscaras para poder fazer a refeição, esteja atento (a) ao distanciamento;

 

4-    Se para você as atividades de entretenimento, oferecidas pelo meio de hospedagem, forem algo de grande interesse, certifique-se antecipadamente sobre as condições de oferta dessas atividades. Muitos meios de hospedagem precisaram adequar essa oferta de serviço ao novo momento que vivemos. Atividades que promovem contato e/ou aglomeração passaram a não mais ser oferecidas ou substituídas;

 

5-    Sempre que ofertado, faça uso de tecnologias e/ou soluções oferecidas pelo meio de hospedagem, que possam evitar contato.

 

 

Ao cuidar da sua segurança você protege a si e aos outros. Então, não esqueça:

 

·         Já destacamos aqui a importância e necessidade de uso de máscaras. Queremos te orientar para uso adequado desse importante equipamento de proteção: limpe bem as mãos antes de manusear as máscaras; nunca toque o tecido, segure-a pelas laterais; cubra completamente do nariz ao queixo; retire-a pelos elásticos; lave-a com água e sabão após sua utilização;

 

·         O faceshield, aquela máscara que se assemelha a um escudo de plástico feita para proteger o rosto inteiro de partículas deixadas flutuando no ambiente, é opcional e indicado caso você esteja em um lugar com fluxo intenso de pessoas. Lembrando que o faceshield não exclui a necessidade da máscara de proteção e deve ser usado sobre ela, fornecendo uma proteção extra;

 

·         Evite compartilhar objetos de uso pessoal e tenha sempre álcool em gel, caso necessite tocar em objetos de uso coletivo;

 

·         Antes de viajar não deixe de conferir a situação da pandemia no destino e siga todas as regras e recomendações da região que será visitada;

 

·         Tenha um seguro viagem com cobertura para Covid-19;

 

·         Antes e após a viagem, esteja atento (a) aos sinais do seu corpo. Em casos de febre, tosse ou tenha dificuldade para respirar nos primeiros 14 dias após retornar para casa, fique atento ao seu quadro; se houver alguma piora, procure ajuda médica e informe detalhadamente o seu histórico de viagem e sintomas.

 

Fonte: 

https://www.skyscanner.com.br/noticias/e-seguro-viajar  

 

https://www.segueviagem.com.br/destaques-blog/como-se-proteger-do-coronavirus-em-viagens-veja-recomendacoes/

https://www.paho.org/pt/covid19

 

https://economia.uol.com.br/todos-a-bordo/2020/05/24/flitro-hepa-aviao.htm

Clube Turismo Online

CNPJ: 05.652.701/0001-29

Razão social: Uvl viagens e turismo ltda.

Clube Turismo® é uma marca registrada de Uvl Viagens e Turismo LTDA

A Clube Turismo não é responsável por erros descritivos.

Este site trabalha 100% em criptografia SSL.

Copyright © 2021 Clube Turismo | Politica de segurança | Politica de privacidade
Desenvolvido por Clube Turismo®