O espetáculo do Pantanal Mato-Grossense

Destino O espetáculo do Pantanal Mato-Grossense - Clube Turismo Tambaú - João Pessoa / PB

Situado no sul de Mato Grosso e no noroeste de Mato Grosso do Sul, passando pelo norte do Paraguai e leste da Bolívia, o Pantanal Mato-Grossense é ideal para o ecoturismo e para qualquer amante da natureza.


O bioma reúne centenas de espécies de plantas e animais silvestres, muitos destes em perigo de extinção. São mais de 180 rios em toda a sua extensão e uma variação de entre a paisagem amazônica, o cerrado e o chaco boliviano, que sofrem influência direta de sua localização geográfica e das chuvas.


O pantanal, de mais de 200 mil quilômetros quadrados, foi considerado como Patrimônio Natural Mundial e Reserva da Biosfera, pela UNESCO, em 2001. Essa imensa variedade de vida é um dos mais belos espetáculos da natureza do nosso país e do mundo.


Dentro do pantanal, está localizado o Parque Nacional do Pantanal Mato-Grossense, administrado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

 

Ao sudoeste do Mato Grosso, só é possível conhecer o Parque Nacional por completo com prévia autorização, em passeios de lanchas ou com os barcos-hotel.


Por toda a região do pantanal, divida entre três países e dois estados brasileiros, o turista encontra atrações como passeios a cavalo, de barco, pesca, trilhas e safari fotográfico.


Por causa da alternância entre períodos secos e úmidos, a paisagem pantaneira nunca é a mesma. A melhor época de visitação é no mês de outubro, quando por estar no período da seca, se torna mais fácil a observação da incrível flora e uma das maiores concentrações de fauna selvagem do planeta.

 

Fonte: mt.gov.br / ecoviagem.uol.com.br

 

Descreva as informações e características do lugar (clima, cultura, gastronomia, atrativos), assim como dicas de segurança e a sua experiência de viagem etc.
Declaro que li e estou de acordo com os termos
This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Conheça outros destinos

Bahia - Destino de todos os santos! - Clube Turismo Tambaú - João Pessoa / PB Bahia - Destino de todos os santos!

O maior estado do Nordeste, um dos mais cosmopolitas e diversos do Brasil, a Bahia impressiona qualquer viajante. Culinária excepcional, um sotaque único e muitas coisas pra se ver e conhecer. Se você nunca foi à Bahia, está prestes a descobrir um pouquinho do que você está perdendo... Principais destinos Salvador - A capital baiana inspira espontaneidade, alegria e religiosidade. Seu histórico conjunto arquitetônico e suas igrejas remetem o visitante ao passado, quando Salvador era a capital do Brasil. Praias, festas e tradições culturais completam as opções para os turistas. Construída em dois andares, a cidade é historicamente uma das mais importantes da América. A evolução de seu perfil, visto da Baía de Todos os Santos, ao longo de mais de quatro séculos, é fascinante. Além disso, as contribuições de seu povo para a cultura brasileira e mundial são imensas. Chapada Diamantina - Localizada no coração da Bahia, a Chapada Diamantina é considerada um oásis em pleno sertão nordestino, com temperaturas amenas e reduto para diversas nascentes. Formada por dezenas de municípios, com quase 40 mil km², a região foi desenhada ao longo de bilhões de anos, quando as chuvas, os ventos e o rios esculpiram as rochas, criando vales e montanhas. Da exploração de minérios às mais diferentes formas de turismo, a Chapada ficou conhecida em todo o mundo pela sua beleza cênica. A cultura garimpeira deixou o seu legado e, junto com tantas outras, deu sentimento, sabor e identidade à Chapada. Com uma rica arquitetura, em grande parte, tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), o lugar é um reduto para o intercâmbio cultural entre nativos e turistas. Abrolhos - O Arquipélago de Abrolhos é conhecido pelos navegadores portugueses desde o século 16. Seus recifes, que podem ser um perigo para embarcações, justificam o nome do Arquipélago. Possui excelente área para mergulho autônomo e livre, pois as formações de corais abrigam grande diversidade de fauna marinha, formando grandes áreas de piscinas naturais. Porto Seguro - Sol e praia, história e cultura, esporte e natureza, festas, agito e badalação, enfim, as opções são muitas e variadas. A região conta com belas praias, um agitado carnaval e um ambiente aconchegante. Destaques para o museu de Porto Seguro, o memorial da Epopeia do Descobrimento, o Parque Nacional do Monte Pascoal, o Parque Municipal Marinho do Recife de Fora, o Arraial d´Ajuda Eco Parque, a Ilha dos Aquários, e a Estação Veracel. Trancoso - Trancoso, é uma vila tranqüila, charmosa, preservada, de freqüência jovem e globalizada. Há alguns anos, deixou de ser a vila rústica e isolada, descoberta pelos hippes nos anos 70 para se tornar o destino turístico dos antenados e vips. A calma continua no ar, mas agora já mesclada ao jeito de cidadezinha. Todo o charme desse vilarejo é cercado por praias belíssimas e uma natureza exuberante com um clima ameno o ano inteiro.  

Uruguai - O vizinho charmoso - Clube Turismo Tambaú - João Pessoa / PB Uruguai - O vizinho charmoso

Fazendo fronteira com a Argentina e com o Brasil, no estado do Rio Grande do Sul, o Uruguai é um de nossos vizinhos mais charmosos. Com pouco mais de 3,5 milhões de habitantes, o Uruguai é o segundo menor país da América do Sul, mas um dos mais desenvolvidos economicamente e pioneiro em medidas relacionadas aos direitos civis e democratização da sociedade. Seus principais centros possuem estilos e destaques diferentes, oferecendo diversidade ao viajante, com praias, cidades históricas, ecoturismo, luxo e aventura. Os uruguaios costumam ser receptivos e acolhedores com estrangeiros e o alto nível de segurança no país é um dos fatores que atrai milhares de turistas ao país. Montevidéu Capital e maior cidade do país, Montevidéu é sede-administrativa do Mercosul, mas sendo um grande centro latino com charme europeu, clima de interior raro em outras grandes cidades hispânicas da América do Sul, além de um Centro Histórico com casarões coloniais, praças e parques. Às margens do rio da Prata, possui um serviço fluvial permanente que atravessa o Rio da Prata interligando com a capital argentina, Buenos Aires, facilitando para o turista aproveitar o melhor de cada em uma mesma viagem. O passado histórico e a qualidade de vida são seus grandes atributos, onde o antigo e o moderno seguem de mãos dadas. Punta del Este Já considerado o balneário mais luxuoso da América do Sul pela revista Forbes, a pequena cidade costuma receber mais de um milhão de turistas durante o verão. Com desde praias de águas calmas para crianças até as mais agitadas, uma variedade de lojas de grifes e galerias para os turistas, além de uma infraestrutura com pousadas charmosas, hotéis com serviço e acomodações impecáveis, e restaurantes com o melhor da gastronomia uruguaia. Colônia do Sacramento A duas horas de Montevidéu e a uma hora de barco desde Buenos Aires, passear por Colônia do Sacramento é como fazer uma viagem no tempo, já que o destino colonizado por portugueses foi preservado para manter seu aspecto original. A riqueza histórica desta cidade é seu principal atrativo para os turistas do mundo todo que visitam o Uruguai.   Fontes: viveruruguay.com / wikipedia.org

Moscou - A megacidade da Copa do Mundo 2018 - Clube Turismo Tambaú - João Pessoa / PB Moscou - A megacidade da Copa do Mundo 2018

Largas avenidas, construções históricas, prédios modernos, um trânsito frenético e uma megacidade vibrante configuram Moscou, um dos 11 destinos que irão sediar a Copa do Mundo 2018, na Rússia. Com 12 milhões de habitantes, a capital russa é a segunda cidade mais populosa da Europa e a sexta mais populosa do mundo. Oferece ao turista experiências incríveis ligadas ao seu passado histórico e com foco no futuro, rica em símbolos culturais declarados como Patrimônio Mundial da Humanidade. Em consequência do período da Guerra Fria, a cidade passou um bom tempo quase que fechada para o turismo, mas pouco a pouco vem conseguindo reverter esse quadro e se mostrando uma ótima opção de destino a ser incluída na lista de quem já é fã das metrópoles cosmopolitas espalhadas pelo mundo. Praça Vermelha Muitos que conhecem, já afirmam que todo roteiro turístico a ser feito na capital russa deve começar pela praça que é conhecida como o coração da cidade e um dos pontos mais emblemáticos do país. Palco de vários acontecimentos ao longo da história, a Praça Vermelha recebe esse nome por seu nome em russo, "Красная площадь" (Krasnaya ploshchad), levar a palavra "красная" (krasnaya), que pode significar tanto "vermelha" como "bonita". No grande espaço também estão localizados a Catedral de São Basílio, o Museu Histórico Nacional e o Shopping GUM, antigo Mercado Universal do Governo, local de distribuição de alimentos na época da URSS que hoje é um shopping que abriga algumas das grifes mais famosas do mundo. Catedral de São Basílio Construída entre 1555 e 1561, sob a ordem do czar Ivan, o Terrível, a Catedral pertence à Igreja Ortodoxa Russa e a sua beleza é tão exuberante que mais parece um castelo de conto de fadas. Reza a lenda que o czar Ivan ficou tão satisfeito com a exuberância do monumento que mandou cegar o arquiteto responsável para que ele nunca mais pudesse construir algo semelhante. A catedral, que também funciona como parte do Museu Histórico do Estado, não tem um único espaço, mas sim vários, afinal de contas ela é, na verdade, a junção de 10 capelas. Suas torres alegóricas simbolizam chamas de uma fogueira em direção ao céu. O monumento é considerado Patrimônio Mundial da UNESCO desde 1990, juntamente com seus vizinhos: o Kremlin e a Praça Vermelha. Kremlin A palavra russa Kremlin significa "fortaleza" ou "forte". As primeiras cidades do país se formavam em torno de kremlins, que eram construções militares destinadas a proteger a terra contra os invasores estrangeiros. Hoje, com mais de 2km de comprimento, o monumento abriga séculos de histórias e é residência oficial do presidente da Rússia. Além de um um complexo com museus, galerias, e igrejas históricas para visitação. Teatro do Ballet Bolshoi Reconstruído e renovado diversas vezes, o teatro é um dos pontos emblemáticos e deslumbrantes de toda a Rússia, abrigando a academia de balé mais famosa do mundo. Além do balé, o Bolshoi é a segunda maior casa de ópera da Europa, tanto pelo tamanho como por sua excelente acústica. A arquitetura rica em detalhes, tanto externa quanto internamente, são de encher os olhos, mas o visitante que desejar apreciar mais esse símbolo europeu precisa ficar atento e se programar o quanto antes, pois os ingressos costumam esgotar muito rápido, uma vez que se trata do centro da cena artística russa.   Fontes: ilovetravel.com.br / wikipedia.com / imagensviagens.com

phone
Clube Turismo Tambaú - João Pessoa / PB

Aqui você encontra todos os nossos contatos!