Please enable JS

Bonito ganha novas opções para turistas, de balão a reduto de animais silvestres

img

Bonito ganha novas opções para turistas, de balão a reduto de animais silvestres

Destino premiado em Mato Grosso do Sul, Bonito vai além do passeio de flutuação.

Apesar de ser um destino conhecido pelos sul-mato-grossenses, Bonito – cidade localizada a 297,4 km de Campo Grande – ainda tem alguns segredos para os turistas.  

Um deles é o voo de balão, que começou a ser realizado no início deste ano e terá uma nova temporada dessa semana até o dia 21 de junho. Os passeios saem sempre no nascer ou no pôr do sol e com no máximo seis pessoas por vez. 

“A ideia de voar de balão em Bonito surgiu em 2019, quando a gente foi fazer uma viagem de turismo e vimos o potencial que a cidade tem, tanto turístico quanto de clima e topografia adequados para o balonismo. O balão não voa em uma direção determinada, ele voa na direção do vento, a gente decola na praça, vê toda a cidade, o entorno, a Serra da Bodoquena ao fundo e todo o platô em que está inserido Bonito, que é muito lindo”, explica Macleitiane Ecker, piloto e sócio-proprietário da Bonito Balão.

A beleza do passeio já rendeu até pedido de casamento. O casal Mauricio e Isabela realizou o passeio recentemente e aproveitou o momento para levar a relação a um novo nível. 

“Somos de Dourados e, com a pandemia, queríamos ir para um lugar próximo, por isso escolhemos Bonito e aproveitamos para fazer o passeio. A gente não tinha nem ideia de como seria voar de balão, mas superou todas as expectativas, a visão é maravilhosa, você consegue ver a cidade de cima, os rios, e também é muito tranquilo, não dá medo”, conta Mauricio.

Fauna próxima

Visitar Bonito significa estar em contato com a natureza, seja pelos peixes que nadam ao lado dos turistas ou dos macaquinhos que residem nos atrativos turísticos, como balneários e espaços para praticar a flutuação.  

Porém, o que nem todo visitante sabe é que existe o espaço Bio Park, um abrigo que cuida de animais silvestres que não podem retornar à natureza, onde é possível ver tamanduás, onças, lobos-guará, macacos, aves, entre outros.  

“Além de conhecer a nossa fauna, seu hábitos e particularidades, nossa missão é a educação ambiental, tratando de temas como tráfico e manutenção ilegal de animais silvestres, atropelamento de animais nas estradas, reflorestamento, sustentabilidade, firmando a importância de respeitarmos a natureza. Trabalhamos também com bem-estar animal, saúde, conservação das espécies, por isso visitando o Bio Park você abraça nossa causa e ajuda na manutenção dos nossos animais”, explica Ada Ivone Santos, proprietária e gerente administrativa.

 

spinner-noticia

Cobras e serpentes

Quem deseja ter um contato mais próximo pode aproveitar o Projeto Jiboia, esse já mais conhecido dos turistas.  

A ideia do Projeto Jiboia é desmistificar as serpentes não peçonhentas e seu comportamento. Depois de conhecer mais sobre essas espécies e tirar dúvidas, os visitantes podem ter contato direto com as cobras, e os mais corajosos chegam a colocá-las nos ombros para tirar fotos, tudo sob supervisão do responsável pelo local. 

“O Projeto Jiboia tem vários anos aqui em Bonito e leva muita informação sobre esses animais. Se você tem medo de cobra pode esquecer, você vai sair de lá encantado por elas”, comenta Izabel Marques, representante da agência H2O Ecoturismo.

Bicicleta

Para os que curtem bike, a Rota Aventura tem várias trilhas e roteiros pelos quais é possível observar a natureza e até mesmo usufruir de um balneário exclusivo. Outra opção são os passeios de quadriciclo da Trilha Boiadeira, que percorrem uma antiga estrada que dava acesso às fazendas da região para as famosas comitivas pantaneiras. 

É um trajeto que corta a mata e garante muita emoção e frio na barriga. “Esses são passeios que dá para fazer de família, de casal, ou mesmo quem viaja sozinho, são todos acessíveis e diferentes”, define Izabel.

 

spinner-noticia

Restrições

Desde ontem, 1º de junho, o município de Bonito proibiu o consumo e a venda de bebidas alcoólicas como forma de evitar aglomerações durante o feriado de Corpus Christi. A medida segue vigente até 14 de junho.  

Bares, conveniências e similares estão autorizados a exercer suas atividades desde que cumpram com as medidas impostas. Como o município está na bandeira vermelha do Programa de Saúde e Segurança na Economia (Prosseguir), o toque de recolher continua das 21h às 5h.

Música ao vivo também está proibida em qualquer estabelecimento.

 

 


OUTROS POSTS